Robôs humanoides promovem inclusão social

O desemprego tecnológico tem sido um dos grandes questionamentos da era da indústria 4.0, tema já discutido anteriormente em Tendências para o Futuro do Trabalho. O avanço da tecnologia objetiva agregar à vida dos humanos: proporcionando novos empregos e assumindo atividades repetitivas ou inviáveis para o homem. Além disso, a inclusão social é uma questão delicada e que acompanha a nossa sociedade.

Um café em Tóquio, DAWN ver.β, possui uma equipe de funcionários robôs controlados por pessoas com paralisia extrema. Diretamente de suas casas e através de um rádio de alta tecnologia, pessoas com deficiências, lesões na medula espinhal ou doenças (como Esclerose Lateral Amiotrófica – ELA) conseguem ter o controle do robô, fazendo-o se mover, olhar em volta, falar com clientes e manipular objetos. 

A ideia desse projeto é dar oportunidade às pessoas que antes não estavam inseridas no mercado de trabalho por conta de suas condições físicas. A interação dos robôs no café, além de interessante, foi um sucesso! Essa ação foi temporária, porém seus idealizadores já pensam em lançar algo permanente antes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, em 2020. 

Uma outra iniciativa é a ASK NAO, desenvolvida por uma empresa francesa, é um programa de iniciativa de autismo para crianças. O pequeno robô humanoide NAO desempenha um papel de companheiro e amigo para as crianças autistas, auxiliando no ensino, comunicação e aprendizagens diárias. O projeto é implementado em escolas e objetiva a aprendizagem e o desenvolvimento mais rápido das crianças.

Esses são exemplos que representam apenas uma pequena parcela daquilo que a tecnologia e a inovação irão nos proporcionar. Ao contrário do que muitos pensam, os robôs não irão roubar os nossos empregos, e a evolução tecnológica acontece para acrescentar e facilitar as nossas vidas. É com esse objetivo que a Pluginbot trabalha diariamente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *